NÃO COMETA ESSES 5 ERROS NA FOTOGRAFIA

Começar a fotografar é mágico.

Tirar suas primeiras fotos boas em modo manual é como uma pequena dose de adrenalina no sangue. O cérebro começa a associar todo o seu conhecimento com a prática e aquela palpitação no coração só aumenta, ansiando pela próxima foto (que provavelmente não ficará tão boa, te deixando desanimado).

Todo fotógrafo passa ou já passou por isso. Seja no dia-a-dia da profissão, ou na ocasionalidade do hobby tão estudado, algumas fotos simplesmente não ficarão tão boas quanto você esperava. Muitas vezes isso ocorre por conta de erros bobos que a maioria dos fotógrafos comete no início.

O infográfico abaixo  da Colombia Photo Studio mostra 5 erros comuns que fotógrafos iniciantes começam:

(Infográfico em inglês. Tradução abaixo.)

5 erros comuns que fotógrafos iniciantes cometem

1 – não tirar fotos suficientes

É melhor ter muito mais fotos de um sujeito ou objeto específico do que não ter suficiente. Já aconteceu muitas vezes comigo a situação de tirar uma ou duas imagens de uma cena e seguir em frente, o que geralmente me deixava desapontado enquanto olhava minhas imagens no computador.

solução:

Assim que você tirar as fotos que você queria, olhe ao seu redor, caminhe pelo local, tente ângulos diferentes, tente configurações diferentes, seja paciente, aguarde que algo aconteça. Você terá muitas outras opções de escolha quando estiver editando suas imagens.

2 – A falta de um sujeito ou ponto de interesse

Quando estiver fotografando paisagens ou cenas na rua, um erro comum é tentar incluir muita informação e esquecer de focar em um sujeito ou ponto de interesse.

solução:

Quando fotografar paisagens, não foque inteiramente na cena; tente achar um ponto de interesse, como uma pedra, uma planta, ou um elemento que se destaque e capture a atenção de quem olha sua foto. E quando se trata de fotografia street, mantenha a simplicidade e remova qualquer informação desnecessária do enquadramento para evitar confusão de quem olha sua foto.

3 – não prestar atenção no plano de fundo

Muito similar ao erro anterior, não prestar atenção no plano de fundo da imagem pode resultar em alguma lixeira colorida distraindo a atenção, ou um galho, ou poste, saindo da cabeça de alguém. A única solução para isso seria gastar horas no Photoshop ou descartar a imagem.

solução:

Preste muita atenção no sujeito ou objeto fotografado, mas não se esqueça de checar os arredores por um momento. Se houver algum elemento desviando a atenção no enquadramento, você deve removê-lo ou mudar o ângulo da sua foto. Tenha certeza de que nada está tirando a atenção do ponto de foco ou entrando nas beiradas do seu enquadramento.

4 – pouca luz

Um dos mais importantes elementos na fotografia é a luz. A direção, qualidade e quantidade de luz são importantes fatores que interferem em como a foto sairá. A luz do Sol tende a criar sombras muito escuras que desfavorecem nas fotos, principalmente de retratos.

solução:

Durante o meio-dia fotografe um ambiente interno, na sombra ou aproveite o máximo que um dia nublado pode oferecer (antes de chover, é claro!). A cobertura das nuvens faz com que a luz do sol seja difusa, ou mais suave, como as de softbox. Mais importante ainda: tire vantagem da “golden hour“, quando o Sol estiver nascendo ou se pondo. Preste atenção na direção da luz e como as sombras criam um senso de profundidade nas suas imagens.

5 – edição exagerada

Pós-processamento é uma parte importante do processo fotográfico, principalmente quando se fotografa em RAW. As câmeras nunca capturam a cena exatamente do jeito que a vemos, e é por isso que usamos softwares como Lightroom e Photoshop para extrair o máximo da imagem. Contudo, é fácil se perder com edições e acabar com uma imagem completamente artificial e saturada excessivamente.

solução:

Comece a editar o básico, como ajustes de contraste e saturação. Apenas esses ajustes já são capazes de fazer uma imagem se destacar. Não se esqueça de fazer intervalos durante sua edição para refrescar a cabeça e voltar com os olhos descansados.

conclusão

Não existe um único jeito de se fazer fotografia, existem milhares de possibilidades, e a cada dia que passa, alguém sai de dentro da caixa com uma idéia inovadora super bacana, como a fotografia time-slice.

Note que essas dicas são apenas base para algo muito maior, cujo autor será você. Portanto estude bastante, especialize-se e nunca pare de aprender. E praticar é o melhor jeito de aprender.

Advertisements

FELIZ ANO NOVO!

O EV +2 deseja para você, para seus amigos e familiares e para nós mesmos um FELIZ ANO NOVO!

Esse ano de 2014 mal chegou, mas já promete muito! Tem muito conteúdo legal pra sair esse ano no EV, muita coisa pra aprender e muita vida pra viver – isso foi uma indireta pra você que está na internet desde que acordou, com um sol escaldante fora de casa. Vá viver, explorar, tirar mais fotos – selfies não contam, à menos que sejam na piscina ou na praia – e adquira novas experiências! Cada segundo é único na sua vida, e o EV + 2 espera que esses momentos sejam especiais para você, e melhores do que os anos anteriores.

Uma dica a todos: estejam sempre dispostos e preparados para o que vier! Nunca se sabe quando você pode tirar a foto da sua vida.

FELIZ 2014!

COLINHA PARA FOTOGRAFIA MANUAL

Ter uma câmera fotográfica digital, seja point-and-shoot ou DSLR, não requere ter conhecimento de técnicas fotográficas, já que o modo automático já faz todo o trabalho. Mas para os amantes da fotografia, o divertido é justamente fazer a foto do seu jeitinho, ajustando o foco, diminuindo a velocidade ou aumentando o ISO; dar um toque seu na foto.

A maioria das pessoas acharia fotografia manual um bicho de sete cabeças Continue reading